CENTRO NACIONAL DE REFERÊNCIA EM PEQUENAS CENTRAIS HIDRELÉTRICAS

REVISTA 75

Prezado Leitor,
Nesta edição da revista o leitor terá acesso a uma reflexão sobre a implantação da tarifa flexível de energia onde poderá se inteirar sobre as mudanças que ocorerrão no sistema de tarifação.
Para os sistemas de microgeração com fontes renováveis de energias a criação da tarifa branca não será favorável, uma vez que a atratividade da microgeração descentralizada se dá na possibilidade do consumidor optar por uma fonte de energia renovável, que traz possibilidades reais de ganhos financeiros com a substituição da energia elétrica fornecida pela distribuidora.
Outro tema abordado nesta edição é referente ao estudo apresentado por meio de dissertação de mestrado, onde a engenheira e mestre em Energia Juliany Martins propôs uma nova metodologia para revisão da garantia física, denominada “menu regulatório&quot”; e a compra com os outros dois métodos utilizados atualmente: o método da revisão da garantia física da Portaria MME nº463/2009 e o método utilizado para a contabilização da produção de energia proveniente de centrais hidrelétricas vencedoras do 1º Leilão de Energia Reserva de 2016, específico para a fonte.
Por fim, gostaria de finalizar esse editorial desejando aos nossos leitores, colaboradores e parceiros boas festas e um próspero 2018!
Geraldo Lúcio Tiago Filho.

ARTIGOS PUBLICADOS NESTA EDIÇÃO
ANUNCIE CONOSCO